A ponte de Frieira, em Izeda

Detalhes… no “Reino” de Trás-os-Montes… Ponte Medieval de Frieira (Séc. XV)…

______________________________________________________________________________
“Está no carácter de muito poucos homens admirar sem inveja um amigo que prosperou.“ – Esquilo
______________________________________________________________________________
IZEDA – A Ponte de Frieira, também referida como Ponte Medieval de Frieira, atravessa o rio Vale de Moinhos, na povoação transmontana de Frieira antiga vila e sede de concelho e foi integrada no antigo Concelho de Izeda, a partir da sua instituição (em 1836).
A Ponte em cavalete típico da idade média, provavelmente do século XV, é construída em alvenaria de cantaria de xisto, com cinco arcos de volta perfeita, sendo o arco central maior do que os restantes. As aduelas com que foram construídos são estreitas placas de xisto aparelhadas. Tem talhamares que reforçam a estrutura, sendo cilíndrico o único que se encontra a jusante.
O tabuleiro é rampeado, fazendo cavalete sobre o maior e central arco, sendo delimitado por guardas construídas com pedras de xisto colocadas verticalmente. Encontra-se pavimentada com calçada portuguesa. Este imóvel tem características tipológicas e construtivas semelhantes à Ponte de Gimonde e parece remontar a finais da Idade Média.
Curiosa referência do cura Pascoal Alvarez da Cruz nas Memórias Paroquiais em1758, pelo meio da freguesia passava uma ribeira, correndo suavemente de N. para S., tendo dentro da vila uma ponte com cinco arcos de pedra e cal, por onde se comunicavam os moradores dela e todos os mais, que passavam de umas terras para outras; as águas do rio eram utilizadas pelos habitadores para fazerem farinha em sete rodas de moinhos.
(41°34’28.07″N 6°45’31.30″W) Frieira – Macedo do Mato – Bragança – Trás-os-Montes – Região Norte – Portugal
_____________
Por Daniel Jorge
Logo

Nascemos porque acreditamos que a Regionalização é uma prioridade política nacional capaz de criar novos dinamismos sociais e económicos para construir uma sociedade mais justa e próspera.

Politicamente inconvenientes precisamos que seja nosso aliado na defesa da região Norte para enfrentarmos os desafios de sempre. Sem medo, com a independência que nos é oferecida pelos nossos leitores de quem dependemos ao produzir diariamente os conteúdos noticiosos que editamos.

Esteja connosco nesta luta comum. ASSINE AQUI. Obrigado